Os 10 melhores truques para perder peso

Os 10 melhores truques para perder peso

Você sabia que o macarrão al dente engorda menos? E essa água ajuda você a perder peso? Revelamos 10 hábitos diários para que, com pequenas mudanças, você possa se livrar de alguns quilos extras.

1/10 Vegetais: as 2 regras de ouro
Aumente seu consumo: muita pesquisa mostrou que, mesmo tomando as mesmas calorias, aqueles que consomem mais vegetais reduzem seu peso melhor. Se você cumprir esta regra … todo o resto será muito mais simples!
E alguns crus em cada refeição: quando você cozinha uma comida, você a deixa fácil demais para o seu corpo, o que requer pouco esforço para digeri-la. Em contraste, comer vegetais crus geralmente contribui com menos calorias ‘líquidas’ porque requer que o corpo ‘gaste mais’ para metabolizá-las.

2/10 Aqueles que engordam
Não se trata de abandoná-los, mas de reduzi-los. Com isso, você já perceberá mudanças. Veja com:

Os cereais: os do café da manhã levam açúcar escondido. A salsicha: muito do seu conteúdo é gordo.
A pizza: uma porção pode chegar a 400 kcal. Fritos: não os tome mais do que uma vez por semana.
Leite: um copo de leite integral é de cerca de 150 kcal. Sobremesas: sua farinha branca e açúcar provocam calorias. Os curativos: uma colher de maionese adiciona 90 kcal.

3/10 O semi-rápido reduz a barriga
Mais e mais pesquisas mostram que um dos hábitos mais benéficos quando se trata de perder peso é jantar cedo e atrasar o café da manhã um pouco.

Se não houver contraindicação no último, aumentar as horas que você passa sem comer – a maioria das passas dormindo – favorece muito a perda de peso, também na região abdominal.

Como fazer bem? Jantar no estilo europeu (cedo e leve) e tente passar pelo menos 12 horas até o café da manhã.

4/10 A água ajuda a perder peso
Água satiates, acalma o apetite e ajuda a eliminar líquidos e toxinas.

Beba cerca de oito copos de água ao longo do dia.
Se for difícil para você beber, tempere a água misturando-a com suco de frutas natural. Além disso, as infusões de ervas são uma boa opção.

5/10 Hidratos ou proteínas?
Ambos fornecem 4 calorias por grama, mas no corpo não se comportam da mesma forma:

Os carboidratos simples (açúcar, doces, mel …) dificilmente precisam de digestão e passam quase imediatamente para o sangue, sem envolver um gasto energético prévio para o corpo (você obtém esses 4 kcal).
Com carboidratos complexos (arroz, macarrão, batata, pão etc.), o corpo precisa gastar energia – cerca de 20% – para assimilá-los.
No caso das proteínas, o cozimento as torna mais digeríveis. Mesmo assim, o corpo gasta, no processamento, 30% da energia que contribui. Portanto, um grama de proteína fornecerá cerca de 2,8 calorias ‘líquidas’, não as iniciais 4.

6/10 Al dente engorda menos!
As calorias contribuídas pelas massas ‘como estão’ irão se comportar de maneira diferente, dependendo do grau de cozimento a que foram submetidas.

A massa ficará al dente se, ao mastigar, oferecer alguma resistência. Nesse ponto de cozimento, as moléculas de seu amido não são quebradas, a digestão é um pouco mais lenta e libera energia gradualmente (o prato engorda menos).
Quando está muito cozido, o amido que contém é mais desestruturado (quebrado), por isso é digerido e assimilado mais rapidamente. Neste caso, é um carboidrato com alto índice glicêmico … e engorda.

7/10 Pasta? … deixe esfriar
De acordo com a Universidade de Surrey (UK), se arrefecer a massa uma vez que tenha cozido, sua estrutura se torna o que é conhecido como ‘amido resistente’, um tipo de fácil digestão, para que quando comê-lo, ele é absorvido muito lentamente, sem aumentar a glicose no sangue.

Isso significa que, depois de tomar, você vai se sentir satisfeito por horas … E você vai morder muito menos!

8/10 Faça o mesmo com arroz
O que explicamos sobre a massa é estendido a outros alimentos ricos em amido (carboidratos complexos) como o arroz. Quando eles são cozidos na geladeira, seu amido é transformado.

Portanto, para reduzir as calorias desse prato (e, portanto, ganhar menos gordura), é aconselhável refrescar o arroz (ou massa), uma vez cozido. Faça primeiro com água fria e deixe por alguns minutos na geladeira.

9/10 Molhos 0%

Leia também: Forscolina ou Forslokin o que é quais os benefícios emagrece
Molhos tradicionais em versões mais leves:

Substituto de creme ou manteiga, para produtos mais leves (leite desnatado ou evaporado, iogurte, caldo …).
Ilumine a maionese, por exemplo, substituindo parte do óleo por caldo de legumes ou leite para reduzir as calorias.
Use alho, limão ou vinagre, que são saudáveis ​​e mal acrescentam calorias; e especiarias e ervas para fornecer aroma e sabor.

10/10 Culinária Saudável
Papillote sem gordura: é uma das técnicas mais recomendadas porque tudo é suculento, saboroso … e leve! Você pode fazer legumes, peixe ou carne sem adicionar gordura. Um truque para os alimentos protéicos serem mais suculentos é adicionar caldo de legumes antes de cobri-los com papel assado no forno.

Carnes leves

As 10 ‘regras de ouro’ de como perder peso de forma saudável

As 10 ‘regras de ouro’ de como perder peso de forma saudável

Não existe uma solução mágica ou uma pílula secreta – a perda de peso sustentável não acontece da noite para o dia. Se quiser aprender a perder peso, primeiro você precisa aprender a viver um estilo de vida saudável para tirar peso e mantê-lo para sempre.

Aqui estão as 10 regras para viver todos os dias.

1. Você deve tomar café da manhã

via GIPHY

Tendências alimentares saudáveis ​​podem ir e vir, mas o café da manhã é uma obrigação. As pessoas que tomam o café da manhã regularmente perdem mais peso, já que isso impulsiona seu metabolismo, ajudando seu corpo a queimar mais gordura.

RELACIONADOS: 56 maneiras pequenas de conseguir seus objetivos da perda de peso (para bom!)

2. Você deve mantê-lo limpo
Uma das maneiras mais rápidas de ver e sentir os resultados é cortar alimentos processados ​​e encher alimentos frescos direto da Terra. Sempre que possível, opte por alimentos integrais e naturais e siga os nossos hábitos alimentares limpos.

Depois de limpar sua dieta e cortar o lixo, você vai começar a sentir e ver grandes mudanças. Depois de algumas semanas, você vai saber como você já comeu de outra maneira.

3. Deves Controlar Porções

Mesmo quando você escolhe alimentos saudáveis, comer demais essas escolhas boas pode sabotar suas metas de perda de peso, e você pode nem perceber que está exagerando. Comece aprendendo sobre o quanto constitui uma porção ou em vez de encarar suas refeições. , pegue alguns produtos de controle de porções para que você seja o mais preciso possível.

4. Bem-vindo a uma sessão de treino suado
Quando se trata de malhar e perder peso, 15 minutos algumas vezes por semana simplesmente não são suficientes.

Para seus clientes que querem perder peso, Michelle Bridges, do The Biggest Loser Australia, recomenda trabalhar “seis dias por semana, de preferência por 50 a 60 minutos de cada vez”, e você não pode ter medo de ficar intenso, sentir a queimadura. e construa um suor.

Suas roupas não devem estar secas quando você sair da academia! Nem todo treino tem que ser uma sessão de suor maluca, mas Michelle diz que três dos seus treinos a cada semana devem ser exercícios ‘duros’, como o treinamento intervalado, para ver os resultados.

5. Tu deves definir mini-golos
À medida que você avança na sua jornada de aprender a perder peso, há muito mais para se divertir além de um pequeno número na escala. Definir mini-objetivos específicos e pessoais, como treinar para uma corrida, vestir o velho par de jeans ou pegar pesos mais pesados, ajudará você a ficar conectado e perceber o quanto de progresso você está fazendo todos os dias.

Estas podem parecer pequenas vitórias, mas são absolutamente dignas de comemoração.

RELACIONADOS: Como você pode perder peso apenas pensando nisso, de acordo com o novo estudo

6. Você deve beber (mais) água

via GIPHY

Você ficaria surpreso com quantas pessoas confundem fome com desidratação. Manter sua garrafa de água cheia o dia todo mantém seu corpo em forma de ponta e ajuda você a evitar lanches desnecessários.

Para maximizar sua ingestão de água para perda de peso, a dietista Julie Upton, MS, RD, recomenda ‘beber cerca de metade do seu peso corporal em onças fluidas de água (ou outras bebidas sem calorias). Água fria fornece um breve choque ao seu metabolismo, aumentando em cerca de 30% para que, ao longo de um dia, seu corpo queime cerca de 100 calorias a mais. ‘

7. Você planeja adiante
Ocasionalmente desfrutar de um doce ou uma refeição especial são partes essenciais de qualquer plano de perda de peso sustentável, mas só funciona quando você é realista sobre suas indulgências e aprende a planejar com antecedência. Indo para a praia no próximo fim de semana? até o seu refúgio, dessa forma você tem um pouco mais de espaço para aproveitar o que quiser.

Nós somos grandes crentes na regra 80/20 aqui, 80% das vezes você mantém sua dieta limpa e os outros 20% do dia você é capaz de se entregar livremente. A matemática é simples: se você comer três refeições por dia, três dessas refeições são 20% da sua semana disponível.

Leia também: Womax gel lipo funciona

8. Trem de Força Shalt
Se você foi alimentado com o mito de que o treinamento de força impede a perda de peso e mexe com os resultados, é hora de mudar sua sintonia. O treinamento de força constrói massa muscular enquanto aumenta seu metabolismo. Você pode não inclinar a balança, mas o treinamento de força é onde a verdadeira re-escultura do seu corpo acontece.

Uma vez que você comece a levantar e mover através de movimentos de peso corporal em casa, você será fisgado.

9. Tu descansas bem
Dormir adequadamente todas as noites garante que você tenha energia para energizar durante o exercício, mas também foi provado que ajuda a conter um apetite voraz, já que aqueles que dormem adequadamente comem em média 300 calorias a menos do que aqueles que não dormem. .

10 Passos para o Emagrecimento Saudável

10 Passos para o Emagrecimento Saudável

Sempre falo que, no processo de emagrecimento, o ideal é primeiro buscar a saúde, os hábitos saudáveis, e o emagrecimento será uma consequência dos novos hábitos.

Precisamos considerar a prática de atividades físicas, o gerenciamento do estresse e principalmente investir nosso tempo em entender de alimentação, compreender o básico da alimentação, saber diferenciar proteínas, gorduras e carboidratos.

A proteína é a construção, é o tijolinho da casa, precisamos dela para massa muscular, para a pele, para a produção de hormônios. As gorduras são necessárias para formar hormônios, para desintoxicar o corpo, para nossa imunidade, cérebro. Sobre os carboidratos, considere que todo carboidrato que entrar e não for consumido, queimado, virará gordura. Se tudo o que vier em excesso vira gordura, obviamente a regra aqui é não abusar dos carboidratos. Não podemos viver sem carboidratos, não é possível simplesmente cortar o consumo deles, mas no momento em que sabemos da sua importância na nossa dieta, devemos aprender sobre eles, devemos pesquisar e conhecer os alimentos, principalmente no que diz respeito à sua carga glicêmica.

Conhecendo as cargas glicêmicas, opte sempre pelas cargas mais baixas, pois são mais saudáveis. Proteínas, gorduras e carboidratos, os 3 são essenciais, mas apenas os carboidratos vão virar gordura. E não esqueça do equilíbrio hormonal.

Proponho aqui 10 passos importantíssimos para um emagrecimento saudável:

1. FAÇA SUBSTITUIÇÕES

A primeira substituição seria o glúten, prefira sempre alimentos sem glúten. Mas não adianta se entupir de farinhas todas outras e industrializados! Diminuir glúten é no sentido de diminuir farinhas, onde a de trigo é a pior e mais inflamatória! Diminua o leite, corte o açúcar, aqui recomendo que corte mesmo, tente não substituir, caso não consiga troque o açúcar por Stevia, mas nunca use adoçantes a base de aspartame ou sucralose, sempre prefira os a base de stevia, Taumatina e Xylitol. Substitua todos os óleos por óleo de côco ou banha de côco extra virgem. Com exceção do óleo de côco, todos os outros óleos se transformam em gorduras trans, que são substâncias tóxicas e inflamatórias para o nosso corpo.

Saiba mais: Kifina benefícios

Desapegue do refrigerante, considerado o alimento mais tóxico que existe no mercado, verdadeiro veneno feito para viciar. Desapegue dos sucos de caixinha, se você tem sede, beba água, se tem fome, coma a fruta.

2. QUANTAS REFEIÇÕES DIÁRIAS?

Aconselho que não siga regras aqui. Depende de inúmeros fatores individuais. O fato é que não devemos comer carboidratos em excesso e, só conseguimos realizar este passo, quando pensamos em comer mais proteínas e gorduras boas que combinados, geram saciedade. Opte por carboidratos de baixa carga glicêmica como a batata doce e a maçã, e por boas fontes de proteínas, nas animais as carnes, nas vegetais a quinoa, a lentilha, o feijão branco. Quanto às gorduras, aproveite os benefícios do abacate, das oleaginosas, do coco, azeite de oliva, gema do ovo.

3. FAÇA TESTES

Experimente ficar alguns dias sem glúten por exemplo, fique 24 dias sem ingerir nenhum alimento que contenha glúten, visto que não existe absolutamente NADA dentro do trigo que só exista nele e que seja vital. Passado o teste do glúten, faça o teste da lactose, pois muito comum que alterações intestinais imperceptíveis leve a uma alteração de sua microbiota e passe a gerar inflamação sub-clínica, com má absorção nutricional e desvios de funções metabólicas. Estes são os alimentos que mais comumente têm desequilibrado a integridade intestinal, mas até o Ovo contém uma proteína com possível efeito alergênico (infelizmente, pois o Ovo é o alimento mais completo que a natureza nos fornece). Depois de analisar a sua sensação, você pode decidir se quer estes componentes na sua vida.

4. AVALIE, O MOTIVO PELO QUAL MUDAR A SUA VIDA E APOSTAR NO EMAGRECIMENTO

Agora que já conhece os alimentos, é preciso pensar na necessidade de emagrecer, ou seja, o porque você está fazendo isso. Procure um profissional e tenha uma avaliação séria do que você precisa melhorar, procure orientação para que as perdas sejam apenas de massa gorda e não de massa muscular.

5. UM PASSO DE CADA VEZ.

Uma mudança pequena e constante é melhor do que uma mudança radical e temporária. Estabeleça metas. Um passo de cada vez, se movendo lentamente em direção a sua meta, com certeza é melhor do que não sair do lugar. Não tenha em casa alimentos que nao sejam saudáveis, pois assim não existe riscos de cair em tentação de consumí-los.

6. ATIVIDADES FÍSICAS: POR QUE FAZER?

Como escolher? Nosso corpo não foi gerado para ser sedentário, fomos feitos para viver em constante movimento, nosso corpo é uma máquina maravilhosa que nos proporciona diversas possibilidades de atividades que vão ajudar não apenas na sua boa forma mas também no seu bom humor e qualidade de vida, incluindo o seu sono. De acordo com a sua possibilidade, se tem disponível apenas 1 hora por dia, exercite-se durante esta uma hora, se tiver apenas meia hora, use-a da melhor maneira possível, o que importa é não ficar parado. Uma boa ideia é começar com a caminhada, mas vá além e não dispense a musculação. Caso consiga correr, prefira intervalados (oscilações entre caminhadas e corridas).

7. TEMPERATURA BASAL E SINAIS DE DEFICIÊNCIAS HORMONAIS

É muito importante ser capaz de identificar a existência de alguma alteração hormonal. Desordens hormonais da tireóide são simplesmente diagnosticadas, e são extremamente comuns, muitos são os fatores, stress, alimentação equivocada, contraceptivos. Vou ensinar um teste simples, meça a temperatura maxilar por 5 dias, todas as manhãs, antes mesmo de sair da cama, e faça uma média. Se a média das 5 temperaturas for inferior a 36,5, você PODE ter uma hipofunção da tireóide. Problemas de tireóide devem ser investigados e tratados. Problemas de Testosterona, principalmente entre as mulheres que usam anticoncepcionais, também devem ser investigados. A diminuição dos níveis de Testosterona nos homens também causa muitos efeitos que atrapalham a perda de peso e a saúde. Problemas de sono, também podem indicar alterações hormonais, sendo causa ou consequência de hábitos.

8. QUAL O MELHOR TRATAMENTO PARA EMAGRECER?

96% das pessoas que optam por tratamentos para emagrecer voltam a engordar. Não existe fórmula mágica. Apenas o tempo, a discilpina e a força de vontade podem fazer você emagrecer com qualidade. A melhor dieta? Não se chama dieta, mas sim plano alimentar que se adapte a um estilo de vida saudável! Não acredite em milagres, medicamentos ou dietas que te fazem melhorar por um tempo e depois gerar efeito rebote ainda pior. Mude sua vida!

9. DICAS PRÁTICAS

Beba muita água. Cuide a ingestão de líquidos junto com as refeições. Caso necessite, recorra à suplementação. Opte por companhias que entendam e participem dos seus hábitos alimentares saudáveis e que não contribuam para lhe tirar do caminho que escolheu. Procure dicas e receitas na internet, estabeleça metas, se interesse pela sua saúde.

10. PORQUE TER O CORPO QUE VOCÊ SEMPRE SONHOU PODE MUDAR A SUA VIDA?

Imagine-se com o corpo que sempre sonhou e pense em como se sentiria. Qual seria a sua sensação ao conquistar o corpo dos seus sonhos?Imagine-se com ele, desfilando por aí, conscientize-se que você estará mais bonito, saudável e feliz. Feche os olhos e mentalize essa sensação todos os dias, durante todo o seu processo de emagrecimento.

Benefícios e propriedades do chá de gengibre

Benefícios e propriedades do chá de gengibre

Chá de gengibre benefícios
Você já tomou o Chá de Gengibre? Se não tomou ou nunca ouviu falar desse chá, saiba que ele é poderoso e traz inúmeros benefícios para você.

O gengibre é uma raiz originaria da azia, tem um sabor refrescante e ao mesmo tempo picante.

É difícil quem não conheça uma pessoa de idade mais avançada que não tenha sugerido o Chá de Gengibre para curar alguma coisa, talvez um resfriado, dor de garganta ou até mesmo dor de estomago.

Entre outras coisas, o Chá de Gengibre é muito indicado para quem deseja perder peso. Então se o seu principal objetivo aqui é emagrecer, siga lendo que vamos explicar tudo para você.

Leia também: chá de gengibre como fazer

Propriedades do Chá de Gengibre
O gengibre é um excelente anti-inflamatório natural, além de acelerar o metabolismo e aliviar dores musculares.

Em sua composição é possível se encontrar:

Vitamina A;
Vitamina B;
Vitamina C;
Vitamina D;
Selênio;
Zinco;
Magnésio;
Potássio.
Além disso, ao ferver essa raiz para fazer o Chá de Gengibre, ela libera 3 tipos de óleos (timol, carvacrol e eugenol), que tem função anti-inflamatória.

Benefícios do Chá de Gengibre
Chá de Gengibre: benefícios para a saúde [Infográfico]
Como dito, esse poderoso chá traz inúmeros benefícios, entre eles podemos citar:

Auxilia no emagrecimento;
Alivia dores musculares;
Alivia dores de garganta;
Melhora os sintomas de gripes e resfriados;
Auxilia na prevenção de gastrites e até mesmo úlceras;
Facilita a circulação sanguínea;
Diminui as cólicas e dores menstruais;
Auxilia no combate a asma.
Vamos falar um pouco mais sobre cada um desses benefícios agora.

1. Chá de Gengibre – auxilia no emagrecimento
Quem conhece esse chá, sabe que uma das suas principais utilização atualmente é para auxiliar nas dietas de emagrecimento.

Isso acontece pois o gengibre acelera o metabolismo, o que faz com que seu corpo queime mais calorias de uma maneira natural.

Mas tome cuidado, como o gengibre aumenta o seu metabolismo ele naturalmente também aumentará o seu apetite. Quando isso acontecer opte por frutas ou alimentos de baixo teor calórico.

Afinal, de nada adianta tomar um chá que auxilia na perda de peso e depois comer de tudo quando a fome chegar.

Esse chá é para se usar como um auxílio para a sua dieta. A prática de exercícios físicos, bem como uma dieta saudável (preferencialmente feita por um nutricionista), não deve ser interrompida ou substituída pelo chá.

2. Chá de Gengibre – alivia dores musculares
Esse chá também é anti-inflamatório e relaxante muscular.

Se suas dores musculares forem por tensão ou stress, esse chá aliviará suas dores. Da mesma forma, se as dores musculares vierem de uma inflamação muscular, o chá também aliviara as dores.

Mesmo assim, nunca substitua os remédios indicados por seu médico. O chá é para ser utilizado como um complemento e não como um substituto.

Esse chá também alivia alguns tipos de dores de cabeça.

3. Chá de Gengibre – alivia dores de garganta
Se você já conhecia esse chá, talvez já tenha utilizado para esse fim pois ele é muito indicado por mães e avós.

Algumas pessoas acreditam que esse alívio ocorre devido ao calor do chá e que por isso pode ser substituído por qualquer outro tipo de chá, ou até mesmo café.

O que essas pessoas não sabem é dá real função anti-inflamatória do gengibre, e que é isso que realmente causa o alívio (e até mesmo a cura) para as dores de garganta (principalmente aquelas de cunho inflamatório, como as que ocorrem durante as gripes).

4. Chá de Gengibre – melhora sintomas de gripes e resfriados
Da mesma forma que esse chá alivia dores de garganta, ele também faz isso com outros sintomas decorrentes de gripes e resfriados.

Por exemplo, sabe aquelas dores no corpo e indisposição causadas pela gripe e pelos resfriados? Elas são aliviadas por esse chá.

Isso ocorre devido a função anti-inflamatória do gengibre, que diminui a inflamação na garganta, que é algo que ‘derruba’ muitas pessoas durante a gripe.

O gengibre também é relaxante muscular, o que serve como alívio para aquela indisposição e até mesmo para algumas dores no corpo.

5. Chá de Gengibre – auxilia na prevenção de gastrites e úlceras
Nesse caso, a prevenção acontece pois ele ajuda a eliminar a bactéria H. Pylori, que é a causadora de gastrites, úlceras e até mesmo o câncer de estômago.

Essa bactéria vai para o estômago através da ingestão de alimentos e lá fica alojada nas paredes estomacais.

Porém, nesses casos o chá não é recomendado para quem já tem gastrite ou úlcera, pois nesses casos o chá só pioraria o quadro clínico.

6. Chá de Gengibre – facilita a circulação sanguínea
A composição desse chá também facilita a circulação sanguínea, o que a longo prazo serve como prevenção para doenças cardíacas.

Porem, ele não é indicado para pessoas que tenham dificuldade na coagulação do sangue, seja ela causada por alguma doença ou medicamento.

7. Chá de Gengibre – diminui as cólicas e dores menstruais
Muitas mulheres sofrem desse problema, não sendo improvável que você esteja sofrendo disso agora mesmo, enquanto lê isso.

Esse chá ajuda na diminuição de alguns hormônios no corpo, hormônios esses que entre outras coisas, causam as dores e cólicas menstruais.

8. Chá de Gengibre – auxilia no combate a asma
Esse chá auxilia não somente no combate a asma, mas também com bronquites e outras doenças respiratórias.

Problemas respiratórios ocasionados por gripes e resfriados também são aliviados por esse chá.

Isso acontece pois o Chá de Gengibre possui propriedades expectorantes, o que ajuda a aliviar os pulmões sobrecarregados.

Chá de Gengibre – modo de preparo
Para fazer esse chá é muito simples. Siga esse passo a passo.

1 litro de água;
De 3 a 5 gramas de gengibre, em fatias finas ou ralado;
Leve tudo ao fogo até levantar fervura;
Tape o recipiente por 5 minutos;
Coe;
Beba ainda quente.
Não é recomendado tomar mais do que 4 xícaras de chá por dia.

Adoce com mel (principalmente se o motivo for dores de garganta, gripes ou resfriados).

Considerações finais
Se você quer emagrecer, aliviar uma dor de garganta, sintomas de uma gripe ou resfriado, bem como dores no estômago e menstruais o Chá de Gengibre é uma excelente solução.

Mas tome cuidado, em alguns casos esse chá não é recomendado, como para pessoas que já sofram de gastrites ou úlceras e também para quem tem dificuldade na coagulação do sangue.

Receita de suco verde detox com couve, gengibre e outros

Receita de suco verde detox com couve, gengibre e outros

Veja neste artigo 8 receitas de suco verde detox com couve, gengibre e outros, preparados por uma nutricionista. Veja os benefícios deste tipo de alimento.

Muitos procuram por um milagre quando a palavra é emagrecimento, a busca por uma receita mágica que elimine os quilinhos a mais é constante, vale sopa vapt vupt, dieta detox, shakes zero, sucos e por aí vai, a procura pela boa forma no entanto precisa ter bom senso e principalmente é preciso preservar a saúde e perder peso de maneira que não irá prejudicar as funções normais do organismo.

De uns tempos para cá os sucos e shakes viraram moda e estão constantemente presentes na vida de quem quer emagrecer, até aí ótimo, sucos naturais são uma ótima fonte de fibras, vitaminas e minerais e quando usados de maneira correta auxiliam sim a perda de peso, mas o problema surge quando estes sucos do bem substituem as refeições principais ( café da manhã, almoço e jantar ) do dia, nestas refeições é importante ter todos os grupos de alimentos ( carboidratos, proteinas e lipídeos) no prato pois o corpo sente falta e armazenará gorduras de uma próxima refeição para não ficar deficiente, o que acarretará em um ganho de peso num curto espaço de tempo, então para quem quer emagrecer a melhor alternativa é comer moderadamente e nunca pular ou substituir uma refeição importante por suco ou shake.

Leia também: suco verde emagrece

No entanto nas refeições intermediárias os sucos serão super bem vindos e ainda poderão dar um empurrãozinho nos ponteiros da balança para baixo.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

É bom ressaltar que perda de líquido não é perda de gordura, portanto os sucos irão ajudar se estiverem inseridos em uma rotina de alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos regulares, nenhum alimento tem o poder sozinho de emagrecer, é o conjunto de tudo que vai acarretar em uma perda de peso saudável.

Leia também: Kifina funciona

Sucos que auxiliam a perda de peso
Sucos com efeito diurético

Ajudam a eliminar as toxinas e combatem a retenção de líquidos, para isso use frutas como melão, abacaxi, melancia, pera e limão são alguns exemplos. O pepino também entra para a lista e pode estar nas receitas, assim como o chá verde que além de diurético é rico em antioxidantes.

Suco de abacaxi com limão
Ingredientes:

250 ml de água gelada
Suco de ½ limão
1 fatia de abacaxi
Folhas de hortelã
Bata tudo no liquidificador
Suco de chá verde com pera

Leia também: Phytophen funciona

2 colheres de sopa de chá verde
250 ml de água gelada
½ pera com casca
1 colher de sopa de mel
Bater tudo no liquidificador
Sucos que aceleram o metabolismo
Estes sucos estimulam a queima de calorias pela presença dos alimentos termogênicos como gengibre, canela, frutas cítricas, linhaça, hortelã, chá verde.

Suco de melancia com gengibre

Ingredientes

1 fatia média de melancia sem casca
½ copo de água gelada
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de gengibre ralado
Bata tudo no liquidificador.
Suco de chá verde com maçã e água de coco

Ingredientes

2 colheres de sopa de chá verde
250 ml de água de coco
½ maçã com casca
1 colher de chá de gengibre
Suco verde ou detox
Com a promessa de desintoxicar o organismo e fazer emagrecer o suco verde ou detox ficou famoso, porém não há estudos que comprovem tal eficácia, pois o nosso corpo é capaz de se desintoxicar sem a ajuda destes sucos, porém por outro lado a grande verdade é que esses sucos são muito nutritivos e ricos em antioxidantes e fibras e por este ponto de vista além de fazer bem contribuem para a perda de peso em conjunto com uma alimentação balanceada.

Detox em cápsulas emagrece mesmo? ( Explicação Completa )

Detox em cápsulas emagrece mesmo?
A já tão conhecida dieta detox vem tomando cada vez mais espaço nas prateleiras das farmácias e supermercados. Atualmente há várias opções: sucos de garrafinha prontos, shakes e até mesmo cápsulas. Mas, será que detox em cápsulas emagrece?

Pela grande exposição midiática, as pessoas têm procurado cada vez mais informações sobre esta forma de se alimentar que promete emagrecimento mais rápido. Mas, será que tudo o que se fala sobre a dieta detox é verdade mesmo?

Vantagens da Dieta Detox
Apesar desta fama, muitas pessoas ainda não experimentaram a dieta detox. Mas, quem começou celebra os resultados. Eles são tão bons que o que era simples dieta acaba virando hábito. E é assim mesmo que ela funciona melhor; como um hábito que deve ser incorporado para que o organismo funcione com mais leveza e você se sinta melhor e mais bem disposto a cada dia.

A alimentação deve ser um prazer
Nosso corpo necessita de nutrientes e é por isso que a natureza colocou o prazer no ato de se alimentar. Por mais que o produtor afirme que detox em cápsula emagrece, não dá para ser feliz substituindo refeições, por comprimidos ou cápsulas, concorda?

Por isso, a melhor forma de se alimentar bem, nutrindo o corpo sem abrir mão do prazer de se alimentar é fazer uma dieta detox de sucos.

Leia também: Max Detox preço

Os sucos detox são deliciosos e se houver variedade neles, dá para levar esse hábito para o resto da vida. Mesmo que você acredite que a cápsula detox emagrece, melhor usá-la somente quando é realmente impossível preparar um suco fresquinho e delicioso porque a sensação que você vai ter é que está tomando medicamentos… E isso não é nada prazeroso!

Por isso, a melhor maneira de incorporar o hábito saudável de detoxificar o seu organismo de tempos em tempos, é aprendendo a fazer os deliciosos sucos detox. Como eles são carregados de nutrientes, você saberá que está se alimentando e de uma forma saborosa!

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Por exemplo, se você trabalha o dia todo, pode optar pelo suco detox duas vezes por dia (pela manhã e à noite) e usufruir de todos os benefícios e sabores que eles têm.

Leia também: Kifina funciona

Como o suco detox melhora seu dia
Começar o dia com um suco com propriedades alcalinizantes (acalma a gastrite e a queimação estomacal) certamente vai deixar seu dia mais feliz. E isso você consegue com couve, limão e cenoura. Além das propriedades alcalinizantes, este suco é rico em vitamina A, que vai melhorar sua pele e cabelos! Tem ação diurética e por isso vai eliminar a retenção de líquidos. Que tal se livrar desses desconfortos hoje mesmo? Experimente!

Leia também: Phytophen funciona

Um ótimo programa Detox
Para ter um programa completo de hábitos detox, que você pode incorporar já ao seu estilo de vida, conheça o Plano Detox

Este programa traz uma dieta completa de 7 dias que vai limpar o seu organismo, fazer você se sentir melhor e ainda por cima, emagrecer.

Depois, continue utilizando as deliciosas receitas de suco detox para que este hábito passe a fazer parte da sua rotina.

Segundo o nutrólogo Dr. Roberto Navarro, uma dieta detox deve ser repetida de seis em seis meses para que os efeitos dela sejam mantidos e sua vitalidade continue sempre em alta.

Sendo assim, este é o melhor investimento que você pode fazer, na área da alimentação, para ter uma vida mais saudável, prazerosa e feliz.

Me diz uma coisa: se você pudesse optar agora mesmo entre um delicioso e refrescante suco de abacaxi, maçã e couve e uma cápsula detox, o que você acha que te daria mais prazer e saciedade?

Massagem redutora: tire aqui suas dúvidas

Se você está preocupada com a balança, certamente, já deve ter se perguntado se massagem redutora emagrece, não é mesmo? De fato, esse tipo de tratamento gera muitas dúvidas e está sempre em alta entre as mulheres. O grande segredo está em priorizar a saúde na hora de encontrar métodos eficientes de perder peso.

Para solucionar esse problema, existem muitas opções saudáveis, como praticar exercícios físicos, ter uma alimentação balanceada e priorizar os tratamentos estéticos não invasivos — que é o caso da massagem redutora.

Quer saber mais? Tiraremos as suas dúvidas com a intenção de contribuir para a conquista de resultados positivos rapidamente. Acompanhe!

Como funciona a massagem redutora?
Algumas pessoas questionam sobre as diferenças entre massagem redutora e massagem modeladora. Na verdade, elas são muito parecidas e o que muda é o local de aplicação. A modeladora pode ser usada em todo o corpo, enquanto a redutora é realizada apenas em partes específicas, como o abdome e as coxas.

Para realizar o procedimento, o profissional usa um creme, que tem propriedades redutoras e drenantes. Esse produto ajuda tanto no movimento das mãos — por deslizar com mais facilidade na pele do paciente — quanto na intensificação dos resultados.

Os movimentos são firmes, rápidos e profundos. É como se o profissional estivesse amassando a pele, chegando até a camada muscular que fica logo abaixo do tecido adiposo.

O que acontece dentro do nosso corpo?
O resultado desse procedimento é que a circulação sanguínea aumenta por conta dos movimentos rápidos e intensos. Assim, eleva-se também o metabolismo basal. Isso faz com que a gordura armazenada nas células passem a ser utilizadas para a manutenção energética daquela região.

A massagem redutora também funciona como um tipo de organizador dos tecidos. Ela consegue mobilizar e distribuir de uma forma melhor o tecido adiposo e, dessa forma, confere um aspecto mais estético à região manipulada.

A massagem redutora emagrece?
Apenas a massagem não emagrece. Você sentirá, depois de algum tempo de tratamento, que a região onde a técnica foi empregada está com um aspecto melhor, mas, na verdade, não houve realmente uma perda de peso. O que ocorre é uma modificação na localização dos tecidos, que promove um visual melhor.

Porém é possível aliar os resultados da massagem a uma mudança alimentar e à prática de atividades físicas. Esses dois novos hábitos realmente ajudarão você a chegar no peso e no corpo que deseja.

Quando os primeiros resultados aparecem?
Não é possível saber, com exatidão, quando o paciente verá os primeiros resultados. Afinal de contas, cada organismo reage de uma forma diferente ao tratamento. Também dependerá da região na qual será realizada a massagem e, ainda, se há muito ou pouco tecido adiposo.

Há diversos fatores que interferem nesse processo, como a retenção de líquidos e a circulação sanguínea local. Eles são capazes de interferir nos resultados e no tempo que você levará para alcançá-los.

Por exemplo, quando a circulação local não é eficiente, a massagem redutora consegue estimulá-la e, assim, a drenagem dos líquidos retidos fica melhor. Consequentemente, ocorre a perda de medidas por causa de um melhor funcionamento do sistema linfático.

O ideal é realizar, pelo menos, uma sessão por semana com duração, em média, de 40 minutos. Mas esse tempo pode variar dependendo do profissional ou da clínica em que será realizada a massagem. Normalmente, são estipuladas de 8 a 10 sessões.

Porém os resultados não perduram. Ao parar de vez o tratamento, o mais provável é que aquela região tratada volte a ser o que era antes, principalmente se não houver uma mudança de hábitos eficiente, como uma reeducação alimentar.

A massagem redutora causa dor?
Esse tipo de massagem, por alcançar os tecidos mais profundos, pode causar dor ou desconforto, mas nada que não seja suportável. Não são todas as pessoas que sofrem com esse efeito. Tudo depende do nível de sensibilidade e a frequência de tratamentos estéticos. Além disso, a dor é algo bastante subjetivo e alguns têm o limiar mais alto do que outros.

O paciente pode sentir a região dolorida após a sessão por até mesmo 24 horas depois. Isso é normal, já que os tecidos foram manipulados de forma mais brusca, especialmente se a pessoa não tem o hábito de praticar exercícios físicos.

Caso apareça pontos roxos depois da sessão, torna-se necessário pensar em mudar de profissional. Esse dano ao corpo não é necessário e esse tipo de consequência vai além do resultado esperado. O ponto roxo significa que algum vaso estourou, algo que pode causar um problema maior.

Quanto custa e onde fazer?
O custo do tratamento está intimamente atrelado à clínica ou ao profissional que realizará a massagem. Na hora de escolher, não vá apenas pelo preço. Faça as suas contas e determine um valor máximo que poderá gastar com as sessões.

Depois disso, comece a procurar pelo local. Pergunte aos amigos e parentes se conhecem algum lugar. Melhor ainda se você conseguir conversar com alguém que já passou pelo procedimento e pode dar uma indicação ao comentar se os resultados foram os esperados ou não.

O ideal é fazer a primeira sessão como uma experiência. Portanto, não feche nenhum pacote antes de conferir se o profissional se encaixa realmente com aquilo que você espera.

Algumas clínicas até oferecem o primeiro procedimento gratuito, justamente para que o paciente possa testar o serviço antes de adquiri-lo. O preço da sessão pode variar entre R$ 100,00 a R$ 150,00 na maioria dos locais.

Quais são os tipos de massagem para reduzir medidas?
A massagem redutora é apenas uma das opções que você tem para reduzir medidas. Existem várias outras e é possível escolher aquela que mais se encaixa às suas necessidades:

Drenagem linfática
A drenagem linfática, como o próprio nome já diz, drena os líquidos que, por muitas vezes, ficam retidos no nosso corpo. Diversos alimentos, especialmente os industrializados, e o próprio tecido adiposo causam um processo inflamatório.

Tudo isso provoca um edema e a retenção de líquidos em longo prazo. Esse tratamento ajuda a liberar esses líquidos e, assim, você já começa a perder medidas.

Massagem dermoativadora
É uma combinação de várias outras técnicas, como a drenagem e a massagem modeladora. Assim, ela ajuda a reduzir medidas tanto por meio da ativação da circulação sanguínea quanto por intermédio da drenagem, eliminando líquidos e ativando o metabolismo.

Massagem modeladora
Já falamos rapidamente sobre ela, que tem como principal objetivo modelar as curvas do corpo. A massagem modeladora pode ser aplicada em diversas partes, previne a flacidez, melhora o aspecto de áreas com celulite e, ainda, ajuda na redução de medidas.

Saiba que existem diversas formas de você ter o corpo que deseja, sem precisar passar por procedimentos cirúrgicos ou fazer dietas malucas, extremamente radicais e com restrições alimentares. A associação das massagens com uma mudança de hábitos é capaz de fazer maravilhas em pouco tempo.

Ajuda a reduzir celulite?
Apesar de ser muito procurado, esse tipo de tratamento está sendo divulgado com informações incorretas, especialmente na internet. Diante disso, torna-se fundamental que o paciente pesquise bastante antes de se submeter à massagem redutora para ter certeza de que é o método mais adequado aos seus objetivos.

Em relação a celulite, existe uma melhora significativa conforme a frequência das sessões. Isso acontece por conta do aumenta da circulação e do metabolismo na área massageada. Os resultados costumam aparecer primeiro em pessoas que apresentam celulites de grau leve a moderado.

Quem pode fazer o tratamento?
Antes de realizar o tratamento, você deve conversar com o profissional da área para que ele avalie cuidadosamente o seu caso. Como durante a massagem ocorre o aumento da circulação local, quem sofre com problemas de pressão arterial pode ter restrições.

Leia também: massagem redutora celulite

Ou seja, quando o paciente tem histórico de hipertensão não controlado, o mais indicado é procurar outros métodos disponíveis no mercado. Além disso, também existe restrição a mulheres grávidas, com osteoporose, lesões epiteliais e fragilidade capilar.

Leia também: Kifina bula

O profissional pode usar aparelhos?
Aparelhos que auxiliam na pressão local costumam ser bastante usados na massagem modeladora. Uma das principais diferenças é que com a técnica manual, a intensidade dos movimentos pode ser menos agressiva. No entanto, os resultados tendem a ser satisfatórios em ambos os casos.

Leia também: Phytophen bula

Tenha em mente que o método aplicado depende do objetivo de cada paciente e uma escolha equivocada pode ser prejudicial. Uma das principais vantagens de promover a redução apenas com o movimentos das mãos é que, dessa forma, o profissional de estética consegue mensurar a intensidade necessária em diferentes partes do corpo.

Qual a preparação correta?
Como já citamos anteriormente, os resultados da massagem redutora são potencializados quando o paciente tem um estilo de vida com hábitos saudáveis. No entanto, existem outras práticas que podem ajudar no preparo. O mais recomendado é beber muita água para ajudar a potencializar a redução das medidas.

Leia também: Farinha seca barriga bula

Com isso, o metabolismo funciona de maneira mais rápida e responde positivamente aos estímulos manuais. Procure dormir bem com a intenção de ficar mais relaxada no momento do tratamento.

Outra questão importante envolve fazer uma refeição leve antes de chegar à clínica escolhida. Passar por esse tipo de procedimento com o estômago cheio pode causar refluxos e ânsia de vômito. Sem contar que prejudica diretamente o trabalho do profissional por conta da indisposição que surge conforme aumentam os movimentos.

Os cremes interferem nos resultados?
A aplicação do produto ideal faz muita diferença no resultado da massagem. Dentro do método redutor, existem uma série de cremes que precisam ser escolhidos conforme o olhar experiente do profissional responsável pela sessão. Entre os mais indicados estão os termogênicos com substâncias de cafeína e centelha asiática. Esses ativos se destacam diretamente na melhora da circulação local.

Pronto! Agora, você já sabe se a massagem redutora emagrece. Considere que o resultado do tratamento depende de inúmeros fatores. Sendo assim, escolha um profissional certificado na área para potencializar os benefícios e evitar problemas futuros. Além do mais, use todas as informações adquiridas sobre o assunto com foco em se manter saudável e fugir de um processo emagrecedor agressivo.

A Importância da atividade física para a saúde

Professora de Biologia

A prática de atividades físicas é fundamental para melhoria da qualidade de vida.

A combinação de dieta balanceada e rotina de exercícios físicos resultam em um organismo saudável e na prevenção de doenças.

Leia também: Exercícios para queimar calorias

Uma rotina de exercícios deve ser adotada por pessoas de todas as idades.

Quais os benefícios da atividade física para a saúde?

Leia também: Phytophen funciona
Leia também: Kifina funciona

A prática de exercícios físicos é indispensável para melhoria da qualidade de vida
A lista de benefícios da atividade física para a saúde é grande e inclui inúmeros ganhos para o bom funcionamento do organismo:

Reduz o risco de doenças cardíacas, infartos e Acidente Vascular Cerebral (AVC);
Fortalecimento do sistema imunológico;
Melhoria da qualidade do sono;
Redução da gordura corporal e aumento da massa muscular;
Promove o bem-estar e melhoria da autoestima;
Contribui para manter o peso ideal;
Aumento da disposição e resistência física;
Regulação da pressão arterial e do nível de glicose no sangue;
Diminui o estresse;
Melhoria do tônus muscular, força, equilíbrio e flexibilidade;
Fortalecimento dos ossos e articulações.
Pessoas que não praticam nenhum tipo de atividade física são consideradas sedentárias e podem ter a sua saúde comprometida.

O sedentarismo possui alta incidência na população, sendo considerado um problema de saúde pública. Estima-se que no Brasil 46% da população seja sedentária.

A falta de atividade física também contribui para a obesidade, que é o acúmulo de gordura corporal em excesso.

A obesidade aumenta o risco de doenças cardiovasculares como hipertensão e aterosclerose, diabetes, apneia do sono e risco de morte por doenças cardiovasculares.

VEJA TAMBÉM: Dia Mundial da Saúde
Como começar a praticar atividades físicas?
Com a rotina repleta de atividades, o tempo para as atividades físicas fica comprometido. O ideal é praticar algum tipo de atividade física que movimente grandes grupos musculares como a natação, a caminhada e o ciclismo.

Procure adotar 30 minutos de atividades físicas nos seus dias. Algumas tarefas simples e rápidas podem ajudar a no início. Confira algumas dicas:

Optar por caminhadas em trajetos curtos;
Fazer uso de escadas, ao invés de elevadores e escadas rolantes;
Levar o cachorro para passear na rua;
Lavar o carro;
Andar de bicicleta;
Procurar companhia de outras pessoas para realizar exercícios, isso deixará a atividade mais prazerosa e diminuirá o risco de desistência.

Atividades físicas realizadas em grupo podem ser divertidas e estimulantes
Antes de iniciar uma atividade física, especialmente as mais pesadas e exigentes, é recomendável consultar um médico. O mesmo vale para pessoas que possuem algum tipo de doença cardíaca, diabetes ou problemas nos ossos.

É fundamental ainda beber bastante água e ter uma alimentação saudável. Lembre-se que a dieta balanceada também é indispensável para a manutenção da saúde.

Farinha de Maracujá: muito além do emagrecimento

As farinhas funcionais como as de berinjela, de banana verde e de maracujá estão cada vez mais presentes nas dietas. Elas são ótimas para levar sensação de saciedade e as suas fibras se ligam à gordura do alimento, formando uma espécie de gel, impedindo que ela seja absorvida e se transforme naquela gordura localizada indesejável.

A farinha de maracujá é feita a partir da parte branca da fruta, aquela que sobra quando tiramos a polpa para fazer suco ou doces. Você pode encontrá-la em supermercados, farmácias, lojas de produtos naturais ou, melhor ainda, fazer a sua própria farinha em casa sem nenhum tipo de aditivo químico.

Veja essas 7 dicas para emagrecer de forma mais saudável e leia também nossa matéria sobre a água de berinjela.

Benefícios da farinha de maracujá
Prevenção do diabetes
Se você é do tipo de gosta de comer doces ou tem casos de diabetes na família, é um grande voluntário a se tornar diabético algum dia. A farinha de maracujá contém muitas fibras e estas, por sua vez, conseguem equilibrar os níveis de glicose circulante na corrente sanguínea. Evita-se assim a formação do pico de insulina e a liberação excessiva dessa substância no nosso corpo.

Promove saciedade
Como já dito acima, a grande vantagem das farinhas orgânicas é o fato de serem repletas de fibras que, quando ligadas à gordura formam um tipo de gel dentro do estômago. Isso ocupa um grande volume na cavidade estomacal levando ao cérebro sinais de você já está saciado apesar de ter comido menos do que o de costume.

Descubra como emagrecer de forma saudável tomando suco detox.

Ajuda na digestão
Mais um ponto para as fibras pois elas são as principais responsáveis por esse benefício. Quando mais fibra o bolo alimentar tem, mas facilmente ele passará pelo intestino. Assim, esse alimento é ótimo para quem passa por problemas de constipação intestinal, a famosa prisão de ventre.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Controla a pressão arterial
Uma pessoa hipertensa possui diversas placas de gordura “coladas” nas paredes dos vasos sanguíneos. Isso dificulta a passagem do sangue dentro deles e assim a pressão arterial se eleva. Como a fibra se liga à gordura e impede a sua absorção, a farinha de maracujá consegue reduzir as taxas de colesterol.

Como consumir a farinha de maracujá

A farinha de maracujá é bem versátil e o melhor horário para comê-la é antes das principais refeições. Apenas uma colher de sopa é o bastante para sentir os seus efeitos. Ela pode ser adicionada em sucos, vitaminas, iogurtes e outros. Também pode substituir a farinha de mandioca tradicional durante as refeições.

Leia também: Phytophen funciona

Descubra quais são os melhores chás para emagrecer.

Vai “jacar”? Pois bem, uma ótima dica é comer a farinha de maracujá antes. Por exemplo, vai para um aniversário, um churrasco ou para uma macarronada com os amigos? Ingerir a farinha 30 minutos antes de ir te dará maior saciedade e fará com que você coma bem menos. Assim, você não fica com tanto peso na consciência depois.

Para fazer a sua própria farinha de maracujá é bem simples: basta pegar aquela casca que sobrou do suco que você acabou de fazer, cortar em tiras e levar ao forno por 30 minutos. Depois, basta triturar no liquidificador quando estiver em temperatura ambiente e peneirar. Pode ser guardado numa vasilha por até 3 meses.

Contraindicações da farinha de maracujá
Não há contraindicações para a farinha de maracujá, porém é sempre bom evitar o consumo exagerado. Outro detalhe é que você deverá ingerir muita água. Para fazer a fibra alimentar trazer os benefícios desejados é preciso ingerir muitos líquidos ou então ela poderá causar distensão abdominal e outros problemas

Emagrecer: 20 dicas para perder peso rápido e com saúde

Emagrecer: 20 dicas para perder peso rápido e com saúde

Siga as dicas para turbinar a dieta e eliminar a barriga

Para emagrecer com saúde é necessário que o corpo gaste mais calorias do que consome. É por isso que as duas medidas mais importantes para chegar ao peso ideal são ajustar hábitos alimentares e praticar atividades físicas. Mas isso deve ser feito de forma gradativa e com um cardápio saudável e variado. Siga as dicas para emagrecer de forma saudável:

Saiba mais: Berberina: conheça os benefícios e como usar
Dica #1:Consuma alimentos que queimam a gordura
Alguns alimentos ajudam a emagrecer porque estimulam a queima de gordura. O chá de hibisco, lichia, farinha de amora estão entre eles.

Dica #2: Consuma alimentos que desincham
Alimentos ricos em ômega 3 (salmão, atum, sardinha, arenque, cavala, linhaça, castanhas) contribuem para o emagrecimento devido à ação anti-inflamatória. Conheça a dieta anti-inflamatória.

Dica para emagrecer #3: Aumente a saciedade
Alimentos ricos em fibras proporcionam maior saciedade, logo a fome demora mais a aparecer, o que ajuda você a perder peso. As principais fontes de fibras são: frutas, cereais integrais, como arroz, trigo, centeio, cevada e a aveia. As leguminosas, como feijões, lentilha, grão de bico e ervilha e as verduras e legumes também contam com boas quantidades de fibras. As sementes, como a chia, linhaça e semente de abóbora, também tem fibras. Saiba tudo sobre as fibras.

Dica #4: Consuma alimentos que aceleram metabolismo
Os alimentos com ação termogênica estimulam a maior queima de calorias. Os principais alimentos termogênicos são: pimenta, chá verde, canela, gengibre e café. Veja os benefícios dos alimentos termogênicos.

Dica para emagrecer #5: Faça lanchinhos!
O ideal quando se quer perder peso é fazer as três refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e dois ou três pequenos lanches. Isso manterá seu metabolismo funcionando o dia inteiro, dará mais saciedade, diminuindo a fome fora de hora, e impedirá que você exagere nas grandes refeições. O intervalo entre cada refeição deve ser de no mínimo 2 horas.

Saiba mais: Perder barriga rápido: dieta e exercícios para emagrecer
Dica #6: Invista em um prato equilibrado e variado
Uma alimentação saudável pede equilíbrio de nutrientes e variedade de alimentos. Vale investir em frutas, legumes, verduras. Não se esqueça de completar o menu com diferentes tipos de carnes, cereais, leguminosas (feijão, lentilha), leites e derivados, grupos alimentares essenciais para a alimentação diária.

Dieta Dukan
Dieta Detox
Dieta da sopa
Dieta da USP
Dieta líquida
Dieta da banana.
Dica #7: Evite fazer dietas restritivas
Dietas que cortam drasticamente as calorias ou algum componente específico, como os carboidratos por exemplo, são consideradas restritivas. Para perder com saúde o esperado é perder entre meio quilo e um quilo por semana. Mais do isso pode ser sinal de que você não está realizando a dieta mais adequada. A alimentação monótona e com pouca variedade de alimentos não traz todos os nutrientes que o corpo precisa, podendo até afetar a imunidade e o corpo mais vulnerável a doenças. Dieta dos shakes, dieta sem glúten e dieta da sopa são alguns exemplos de dietas restritivas.

Dica #8: Invista nos chás que ajudam a emagrecer
Alguns deles, como o chá verde, chá preto e o chá de canela, estimulam a queima calórica. Enquanto o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada no abdômen. Veja os chás que contribuem para a perda de peso.

Dica #9: Pratique exercícios que queimam gordura
A Organização Mundial de Saúde recomenda praticar ao menos 150 minutos de exercícios moderados por semana para uma pessoa ser considerada ativa. Ou seja, praticando uma hora de exercício em três dias na semana (180 minutos), você já ultrapassa essa meta! Para queimar gordura e emagrecer é importante investir em atividades aeróbicas como: caminhadas, corridas, bicicleta, dança, natação, entre outros.

Dica #10: Não deixe de ganhar músculos
Praticar exercícios de força, como a musculação e pilates, também são superimportantes para ganhar músculos e fazer o corpo gastar calorias. Veja os benefícios da musculação para emagrecer

Leia também: Phytophen emagrece

Dica #11: Tenha cuidado com as dietas da moda
Existem uma série de dietas que prometem o emagrecimento rápido. Fique atento a que custo essa perda de peso é alcançada. Muitas delas levam à perda de músculos, o que é especialmente prejudicial para quem quer emagrecer e manter o peso depois disso. Algumas dessas dietas são:

Dica #12: Diminua o consumo de sal e açúcar
O sal é o principal fonte de sódio, mineral que em excesso no organismo aumenta o risco de hipertensão e a retenção de líquido. Já o açúcar consumido em excesso se transforma em acúmulo de gordura, principalmente na região da barriga. Alimentos fontes de carboidratos simples são ricos em açúcar. Entre eles estão: açúcar de adição, refrigerantes, doces e os que contam com muita farinha branca, como pães, massas e bolos.

Dica para emagrecer #13: Saiba quando alguma coisa está errada com a dieta
Alguns sinais de que o emagrecimento rápido está prejudicando sua saúde são: queda de cabelo, unhas fracas e quebradiças, desânimo, fraqueza, indisposição, tontura, flacidez e constipação intestinal.

Saiba mais: Dieta para perder barriga: cardápio e alimentos que ajudam a reduzir gordura
Dica #14: Fique longe da gordura trans
Este tipo de gordura pode ser encontrada em alguns biscoitos, sorvetes, bolos industrializados, entre outros alimentos. A gordura trans aumenta o LDL (colesterol ruim para o organismo) e diminui o HDL (colesterol bom). Além disso, age também aumentando os triglicerídeos que pode ser armazenado no tecido adiposo. Veja os riscos da gordura trans e onde é encontrada. Veja os riscos da gordura trans e onde é encontrada

Leia também: Kifina funciona

Dica #15: Reduza o consumo de gordura saturada
O consumo de gorduras saturadas em excesso está relacionado ao acúmulo de gordura no organismo, ou seja, dificuldade para emagrecer. Os alimentos com grandes quantidades de gorduras saturadas são: carnes vermelhas, leite integral, manteiga e queijos.

Dica #16: Fique de olho nas calorias dos alimentos
Olhar o rótulo dos alimentos é uma boa maneira de controlar o consumo de calorias. Saiba que os carboidratos possuem 4 calorias por grama, enquanto as proteínas também contam com 4 calorias por grama e as gorduras possuem 9 calorias em cada grama. Aprenda a decifrar os rótulos dos alimentos .

Dica #17: Beba uma média de 2 litros de água por dia
Consumir os líquidos certos contribui e muito para emagrecer de forma saudável. A recomendação é ingerir entre 30 a 35 ml por kg de peso corporal de líquidos, o que em média fica em torno de 2 litros por dia. Veja a importância de tomar água durante o dia para o emagrecimento e dicas de consumo.

Saiba mais: Dietas para emagrecer com saúde e mais rápido
Dica para emagrecer #18: Maneire na cervejinha
O álcool é uma substância tóxica para o organismo e o fígado dá preferência para metaboliza-lo primeiro. Essa mudança no metabolismo do fígado favorece o acúmulo de gordura no organismo. Veja os riscos do consumo em excesso de álcool para a saúde

Leia também: comprar Comprimido para emagrecer

Dica para emagrecer #19: Descubra qual é o seu peso ideal
O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma maneira de avaliar se o peso da pessoa está dentro do considerado saudável ou não. Ele é calculado por meio do peso em quilogramas dividido pela altura ao quadrado (Kg/m²). Apesar de não mostrar a proporção de gorduras e músculos do corpo humano, o IMC ajuda a ter uma noção sobre se o peso do indivíduo está dentro do considerado saudável ou não. Calcule aqui seu IMC e descubra seu peso ideal. .

Dica #20: Reduza o consumo diário de calorias
Para emagrecer rápido muitas pessoas optam por uma redução extrema de calorias. O consumo inferior a 1200 calorias por dia não é orientado para a perda de peso e pode levar a problemas como fraqueza, desmaio e, claro

Os 6 piores inimigos da perda de peso

Os 6 piores inimigos da perda de peso

Você acha a perda de peso um processo complicado? Já sentiu que faz de tudo para emagrecer e seu corpo parece não responder a todos os seus esforços? Já se sentiu desmotivado e abandonou toda a sua rotina saudável por não conseguir enxergar resultados satisfatórios? Sempre tenta entrar em forma e acaba não conseguindo sem nem mesmo saber o porquê disso?

Reunimos abaixo os piores inimigos que você encontra no seu processo de emagrecimento. Felizmente, são problemas reversíveis e que dependem de somente um fator para serem superados: você.

Ficou curioso? Continue lendo o artigo!

Leia também: Phytophen emagrece

1- A balança
Acredite se quiser: a balança pode ser um dos seus maiores inimigos na hora da perda de peso. Isso acontece porque os números que aparecem nela não refletem seus esforços e podem acabar te desmotivando, caso não apresentem grandes diferenças nos períodos de tempo estipulados por você.

Se você iniciou uma rotina totalmente nova com o objetivo de emagrecer, saiba que é completamente normal vivenciar uma perda de peso repentina e uma estagnação no emagrecimento logo em seguida. O motivo é claro: você provavelmente mudou seus hábitos alimentares, eliminando ou diminuindo a quantidade de açúcares e gorduras, além de ter começado a se exercitar.

Assim, seu metabolismo começa a se adaptar rapidamente à nova alimentação, à diminuição da ingestão calórica e à nova rotina de exercícios. Todos esses fatores forçam o corpo a começar a queimar gordura, tornando o início do processo bem motivador – é uma delícia ver os quilinhos extras indo embora!

Entretanto, os exercícios fazem você ganhar músculos (que são bem mais pesados que as gorduras). Então você pode acabar se desanimando em manter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios por não ver o valor na balança diminuir, enquanto, na verdade, o seu corpo continua queimando gordura e construindo massa magra.

Leia também: kifina

A solução para que isso não aconteça é não dar atenção à balança e começar a focar no seu espelho. Analise seu corpo, tire fotos regulares do seu progresso e acredite no que você consegue ver, não medir. Um corpo que pesa 70 kg pode ter muito menos gordura do que um corpo com 10 kg a menos, por exemplo.

Além disso, aumentar a quantidade de massa magra traz mais benefícios para seu emagrecimento: os músculos consomem mais calorias que as gorduras e potencializam a perda de peso.

2- Não beber água
A água é responsável por aproximadamente 60% do peso do nosso corpo e você pode ter uma falsa sensação de emagrecimento caso seus níveis de hidratação sofram alterações constantes ou caiam subitamente.

Além disso, a sede e a desidratação estão diretamente ligadas ao aumento do apetite. Você poderia ter evitado comer aquele lanchinho entre as refeições apenas tomando um copo de água – ela aumenta a saciedade e faz você ficar satisfeito com uma menor quantidade de alimento.

Isso foi mostrado em um estudo publicado na revista Obesity, que analisou a rotina alimentar de dois grupos de pessoas por um período de 12 semanas. Ao final da pesquisa, aqueles que beberam 500 ml de água antes das refeições apresentaram 2 kg a menos do que aqueles que não beberam.

A solução é simples: beba mais água. O hábito emagrece, favorece as funções celulares e está diretamente ligado à manutenção de uma boa saúde.

3- A falta de suporte
Pode parecer besteira, mas a falta de suporte do seu ciclo de convivência durante o período de emagrecimento é um dos grandes motivos que levam as pessoas a falharem em seus objetivos.

Um estudo australiano acompanhou o processo de perda de peso de algumas pessoas e concluiu que a falta de suporte contribuiu diretamente para a falha no alcance das metas de aproximadamente 40% dos pesquisados.

Isso acontece porque os familiares e amigos podem agir, inconscientemente, como catalisadores para maus hábitos alimentares e de saúde.

A solução para que isso não aconteça não é se afastar de todos ou começar a recusar as happy hours do trabalho – tudo que você precisa é da ajuda de um ou dois amigos que te motivem. Quem sabe vocês não seguem a mesma dieta ou se aventuram na mesma rotina de exercícios?!

4- A má alimentação
Ninguém precisa fazer dietas malucas para conseguir emagrecer, mas a alimentação é uma das partes mais importantes da perda de peso e é crucial que você não deixe ela de lado caso queira queimar gorduras e construir massa magra.

Aqui, o importante é cortar os excessos de carboidrato e gordura (sem eliminá-los completamente do seu cardápio) e analisar os alimentos que vão te oferecer bons resultados, tanto para o seu corpo quanto para a sua saúde.

O consumo de fibras, por exemplo, traz diversos benefícios para o corpo: elas aumentam a saciedade e controlam o índice glicêmico do corpo – importante para quem quer perder peso.

Além disso, quem quer construir músculos deve aumentar o consumo de proteínas magras, como frango, peixe, carne vermelha (sem gordura), ovos, derivados do leite (na forma desnatada, de preferência) e grãos (como feijão preto, grão de bico e soja).

5- O sedentarismo
Assim como é impossível perder peso sem uma alimentação saudável, deixar de lado a prática de exercícios também fará com que seu processo de emagrecimento aconteça incontáveis vezes mais devagar.

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, divulgada pelo IBGE em 2015, mais de 60% dos brasileiros afirmaram que não praticam esportes ou atividades físicas. O estudo considerou adultos e adolescentes a partir de 15 anos.

O sedentarismo contribui para a obesidade e acarreta uma série de problemas de saúde, incluindo diabetes, osteoporose, doenças cardíacas e depressão. Além de tudo, impede seu corpo de construir massa magra, crucial para quem quer perder peso e alcançar uma boa forma.

6- A prática de exercícios sem auxílio profissional
Acredite: fazer exercícios da maneira errada pode ser pior do que não fazer exercício nenhum. A prática de atividades físicas sem auxílio profissional, além de interferir na perda de peso, pode acarretar sérios problemas de saúde, como lesões em músculos, tendões e ligamentos.

É muito comum que isso aconteça em academias tradicionais. São muitos equipamentos, muitos alunos e poucos profissionais para fiscalizar o que cada pessoa está fazendo. Os personais só direcionam sua atenção a uma única pessoa por um valor extra (e exorbitante) na mensalidade.

A consequência disso? Alunos fazendo exercícios da maneira errada, em sequências que atrapalham o desempenho e em posições que prejudicam o corpo e não oferecem resultados satisfatórios.

A boa notícia é que é possível fazer exercícios com auxílio profissional por um preço justo e sem sair de casa. E o melhor: com uma personal trainer renomada e respeitada em todo Brasil.

NOVO TREINO PARA MULHERES: Transforme seu corpo em 8 semanas com a Lana Pessoa, especialista em saúde da mulher. Assista Agora »

O segredo é o programa online Missão Fitness, criado pela personal Lana Pessoa. Lana criou uma série de exercícios de 15 minutos que fazem as mulheres transformarem seus corpos em apenas 60 dias.

Leia também: Como emagrecer rápido

O Missão Fitness é a melhor solução para a perda de peso
Foi comprovado que o corpo responde melhor aos primeiros 15 minutos de exercício. Então por que fazer horas e horas de atividades se o resultado não será tão satisfatório?

Pensando nisso, Lana reuniu os melhores e mais eficazes exercícios para queimar gordura localizada e definir o corpo em um treino de apenas 15 minutos diários.

Você transforma seu corpo em 60 dias, com apenas 15 minutos diários
A metodologia exclusiva criada por Lana Pessoa foi feita com o objetivo de alcançar resultados surpreendentes em um curto espaço de tempo. Lana criou uma rotina de exercícios que muda dia após dia, misturando técnicas de exercícios localizados, rotinas de cardio, funcional e HIIT.

Assim, o corpo não se acostuma com as atividades (como acontece com os treinos tradicionais de academia) e os resultados são mais eficazes.

Se interessou e quer começar a mudar o seu corpo agora mesmo? Clique aqui e saiba mais sobre o Missão Fitness.

TIPOS DE DIETA PARA EMAGRECER

TIPOS DE DIETA PARA EMAGRECER

Para indivíduos obesos, perder peso não é só uma questão de estética, mas sim uma necessidade do ponto de vista de saúde. A redução da gordura corporal é importante para reduzir o risco de diabetes tipo 2, bem como controlar os níveis de colesterol e da pressão arterial. Não é necessária a normalização do peso para se atingir estes objetivos. É importante conscientizar o paciente obeso que mesmo perdas pequenas, como 5% do peso corporal, já trazem grandes benefícios em termos de saúde. Leia também: Kifina preço O tratamento da obesidade requer uma combinação de três fatores: dieta, exercícios físicos e mudanças nos hábitos de vida. Eventualmente, faz-se necessário o uso de remédios para perder peso. Nos casos mais graves, cirurgia bariátrica pode ser indicada. Neste texto vamos fazer um resumo sobre o papel da alimentação e as opções de dietas para emagrecer. Este é um dos artigos da série sobre obesidade, composta também pelos seguintes temas: – 60 DICAS PARA EMAGRECER – PERDER PESO – POR QUE E COMO PERDER BARRIGA – CALORIAS PARA EMAGRECER – COMO EMAGRECER – REMÉDIOS PARA EMAGRECER – CIRURGIA PLÁSTICA APÓS GRANDE PERDA DE PESO – TERMOGÊNICOS – Riscos e Efeitos Colaterais Como explicado em outros artigos desta série sobre perder peso, emagrecer ou engordar pode ser previsto por uma simples conta aritmética: calorias gastas – calorias ingeridas. Se o balanço de calorias for positivo, ou seja, se ingerimos mais calorias do que gastamos, iremos engordar. Se o balanço for negativo, isto é, se gastarmos mais calorias do que consumimos, iremos emagrecer. Simples assim. O gasto de calorias depende do nosso grau de atividade física. Já o consumo de calorias depende do tipo de dieta. Portanto, o papel da dieta no emagrecimento deve ser o de fornecer a melhor qualidade de alimentos com a menor quantidade de calorias, de modo que, no final do dia, o paciente tenha gastado mais calorias do que consumiu. DIETAS PARA EMAGRECER Você pode se sentir tentado por dietas da moda que prometem emagrecimento rápido e fácil. A realidade, porém, é que não existem alimentos mágicos ou dietas rápidas. Dietas da moda podem ajudar no curto prazo, mas os resultados a longo prazo não são satisfatórios, fazendo com que você apresente o famoso efeito sanfona. Uma dieta para ser eficaz deve fornecer menos calorias diárias do que o paciente gasta, mantendo-se, entretanto, um limite de no mínimo 800 calorias por dia. Você pode até perder peso em uma dieta radical, mas é provável que vá recuperá-lo quando a dieta for suspensa. Para perder peso, e mantê-lo, você tem que adotar hábitos alimentares saudáveis​​, que consiga manter ao longo do tempo. É muito difícil perder peso a longo prazo apenas com dieta. Conforme emagrecemos, menos calorias o nosso corpo precisa gastar ao longo do dia. Se o paciente não aumentar seu gasto de calorias com exercícios, a dieta sozinha não vai levá-lo a muito longe. Vamos falar a seguir de alguns tipos de dieta recomendadas pelos médicos. DIETA COM POUCAS CALORIAS Quando se planeja uma dieta para emagrecer é preciso primeiro estabelecer a quantidade de calorias desejadas para depois selecionar uma gama de alimentos que atendam essa proposta. É importante cortar nas calorias, porém é essencial comer alimentos com nutrientes adequados, como proteínas, carboidratos e gorduras (sim, há gorduras boas.). Pensando em cortar calorias sem cortar a qualidade da refeição, dietas para redução de peso devem eliminar o álcool, refrigerantes e doces, porque estes são hipercalóricos e não contêm quantidades adequadas de outros nutrientes. Alguns alimentos, como sobremesas, doces, gorduras e alimentos processados, apresentam uma alta densidade energética. Isto significa que um pequeno volume de comida contém um grande número de calorias. Em contraste, outros alimentos, como frutas e vegetais, possuem baixa densidade energética. Estes alimentos mesmo em porções maiores apresentam um menor número de calorias. Isso significa que é possível comer porções maiores, saciar a fome e ainda assim ingerir poucas calorias. O consumo diário de calorias indicado nestas dietas é de 1000 a 1200 para mulheres e 1200 a 1600 para homens. Para se planejar uma dieta com baixa caloria é preciso a ajuda de um nutricionista e/ou endocrinologista. A maioria das pessoas não sabe e não consegue controlar o consumo de calorias sem ajuda. Trabalhos com paciente obesos mostram que os mesmos sempre subestimam em mais de 20% a quantidade de calorias que comem ao longo dia. Não é incomum encontrar pessoas obesas que juram comer muito pouco. Entretanto, sempre que um nutricionista consegue fazer um relatório sobre a dieta destes paciente, fica claro que há diversos erros na alimentação e um consumo exagerado de calorias. Leia também: Kifina Anvisa DIETAS COM POUCA GORDURA Dieta com pouca gordura é outra estratégia comum para ajudar os pacientes a perder peso. Atualmente é recomendada uma redução na ingestão diária de gordura, de modo a que no máximo 30% das calorias tenham origem em gorduras. Isso significa aproximadamente 30g de gorduras em cada 1000 calorias ingeridas. Mais uma vez, a ajuda profissional é necessária para um cálculo correto das porções. É importante lembrar que existem gorduras mais saudáveis, como as gorduras poli e monoinsaturadas. Deve-se sempre evitar gorduras não saudáveis, como as gorduras saturadas e a gordura trans.

Leia também: Phytophen emagrece

DIETAS COM POUCO CARBOIDRATO O tipo de carboidrato consumido influencia muito na perda de peso. Há carboidratos menos saudáveis, ricos em gordura e calorias, como os doces, sobremesas e refrigerantes. Já os carboidratos das frutas, vegetais e grãos são saudáveis pois contém pouca concentração de gorduras e calorias. Estes últimos são considerados carboidratos com baixo índice glicêmico. Dietas com baixa e muito baixa concentração de carboidratos são mais eficazes a curto prazo para perda de peso do que dietas com baixo teor de gordura, embora a longo prazo não haja grande diferença. Uma observação importante é que a redução drástica na ingestão de carboidratos diminui a retenção de líquidos, fazendo com que o paciente perca peso sem necessariamente ter emagrecido nos primeiros dias. Dietas pobres em carboidratos podem ter outros efeitos benéficos, como redução do risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2 e doenças cardíacas. Leia também: Dieta de 21 dias funciona Se uma dieta pobre em carboidratos é a opção, escolhas saudáveis ​​para a gordura (mono e polinsaturadas) e proteína (peixe, nozes, legumes e frango) devem ser incentivadas por causa da associação entre a ingestão de gordura saturada e risco de doença cardiovascular. DIETA COM ALTO TEOR DE PROTEÍNAS Alguns dietas populares recomendam uma elevada ingestão de proteínas associado a baixa ingestão de carboidratos e gorduras. A curto prazo esse tipo de dieta é eficaz para a perda de peso. A dieta de proteínas mais famosa no momento é a chamada dieta Dukan (leia: PERIGOS DA DIETA DUKAN). O alto consumo de proteínas na dieta aumenta a produção de ácidos pelo organismo, o que por sua vez aumenta a excreção urinária de cálcio, com potencial risco de perda óssea e formação de cálculos de cálcio.Essa dieta também traz um risco de aumento do colesterol (leia: COLESTEROL HDL | COLESTEROL LDL | TRIGLICERÍDEOS). Conclusões: Cerca de 39% das mulheres e 21% dos homens nos países ocidentais já tentou perder peso e aproximadamente 24% das mulheres e 8% dos homens relatam que atualmente estão “em dieta”. Dietas hipocalóricas são atualmente a mais usadas para induzir a perda de peso. Independente do tipo de dieta escolhido, o paciente deve ter em mente que é preciso mudar os hábitos alimentares. Ninguém consegue se manter “em dieta para emagrecer” por muito tempo. Por isso, é preciso que uma alimentação saudável se torne a dieta natural do paciente. Alimentos com alta densidade calórica, carboidratos com alto teor glicêmico e gorduras trans e saturadas devem ser eliminados da dieta habitual do paciente. O mais importante é aprender a ter uma dieta balanceada, sem excessos de calorias, e praticar exercícios físicos.